O Armamento do Cavaleiro – Séculos XII e XIII – Tecnologia do Ferro Forjado

O progresso tecnológico na arte do ferro forjado permitiu proteger melhor as partes vulneráveis do Cavaleiro ( mãos, pés, pescoço e espáduas) pela adoção de mangas, meias e coifa de malha de ferro, aventais, ombreiras, etc. A loriga foi acrescentada com perneiras e uma cota de armas. O escudo reduziu-se, enquanto a espada se alongou, afilou-se, o punho tornou-se menor. O elmo fechou-se, primeiro quadrado, depois cônico, substitui o elmo com somente proteção nasal. Reforçou-se a proteção do cavalo com uma carapaça de estofo, couro ou malha de ferro.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s